facebook instagram youtube whatsapp

Agronegócio Terça-feira, 09 de Janeiro de 2024, 15:06 - A | A

Terça-feira, 09 de Janeiro de 2024, 15h:06 - A | A

ESTIMATIVA

Safra de grãos no Brasil deve ter queda de 2,19%, diz consultoria

De acordo com a Cogo, área de plantio de soja cresceu, mas problemas climáticos afetaram rendimento; 650 mil hectares teriam sido replantados

Canal Rural
MQF

colheita de grãos no Brasil deve alcançar 312,8 milhões de toneladas na temporada 2023/24, estima a consultoria Cogo. A projeção representa um recuo de 2,19%, ante o recorde do ano comercial anterior 2022/23, de 319,8 milhões de toneladas, e queda de 1,32% ante a estimativa de dezembro, de 317 milhões de toneladas.

A consultoria destaca em nota que a área de plantio da soja cresceu 1,1 milhão de hectares (2,6%) em 2023/24, ante expansões médias de 2,4 milhões de hectares/ano nas últimas três safras. Apesar disso, o excesso de chuvas na região Sul e o déficit hídrico no Centro-Oeste, Pará e Matopiba (áreas de Cerrado no Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) marcam o plantio da safra atual.

A Cogo calculou 650 mil hectares replantados, no Centro-Oeste, Matopiba e Minas Gerais, além de ocorrências pontuais de abandonos de áreas e preparo para outros cultivos, como algodão. Ainda assim, a previsão é de bons volumes de chuva entre janeiro e março, “o que deverá favorecer as lavouras do Brasil central e atenuar a estiagem no Matopiba”, disse a Cogo.

Safra de soja

Diante desse cenário, a consultoria reduziu a sua estimativa de safra de soja para 155,2 milhões de toneladas, baixa de 5% ante a estimativa inicial de 163,4 milhões de toneladas. A Cogo destaca, ainda, que as boas produtividades previstas para as regiões Sul e Sudeste deverão compensar parte das perdas previstas para as regiões Centro-Oeste e do Matopiba.

“Os cortes efetuados até este momento são quebras irreversíveis, e novas reduções de produtividade deverão ser contabilizadas no relatório que será enviado em fevereiro/2024”, completa na nota.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 23 de Julho de 2024