facebook instagram youtube whatsapp

Economia Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024, 15:24 - A | A

Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024, 15h:24 - A | A

LINHA MULHER EMPREENDEDORA

Irmãs abrem o próprio negócio com crédito liberado pelo Governo de MT

Assessoria
MQF

As irmãs Lucianna Pereira Rios e Lais Pereira, que são confeiteiras, conseguiram abrir o próprio negócio com o apoio do Governo do Estado há seis anos, depois de 12 anos trabalhando em casa, com a venda de bolos, doces e salgados. As microempresárias obtiveram crédito pela linha Mulher Empreendedora, da Agência de Fomento de Mato Grosso, a Desenvolve MT. 

Elas contaram que, com o passar dos tempos, o negócio começou a dar certo e sentiram a necessidade de sair da informalidade. 

“É um orgulho ter um negócio próprio, é um sonho realizado, porque durante muito tempo eu sinto vontade de sair de casa, melhorou muito”, declarou Lucianna, ao explicar que o espaço onde elas faziam as encomendas era pequeno diante da demanda. 

Lucianna explicou o motivo pelo qual optaram pelo crédito da Desenvolve MT: “Existe mais facilidade no empréstimo para pequenos empreendedores do que em bancos comuns e a taxa de juros também”.

As irmãs Lucianna Pereira Rios e Lais Pereira, que são confeiteiras, conseguiram abrir o próprio negócio com o apoio do Governo do Estado há seis anos, depois de 12 anos trabalhando em casa, com a venda de bolos, doces e salgados. As microempresárias obtiveram crédito pela linha Mulher Empreendedora, da Agência de Fomento de Mato Grosso, a Desenvolve MT. 

Elas contaram que, com o passar dos tempos, o negócio começou a dar certo e sentiram a necessidade de sair da informalidade. 

“É um orgulho ter um negócio próprio, é um sonho realizado, porque durante muito tempo eu sinto vontade de sair de casa, melhorou muito”, declarou Lucianna, ao explicar que o espaço onde elas faziam as encomendas era pequeno diante da demanda. 

Lucianna explicou o motivo pelo qual optaram pelo crédito da Desenvolve MT: “Existe mais facilidade no empréstimo para pequenos empreendedores do que em bancos comuns e a taxa de juros também”.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 14 de Julho de 2024