A gerente do Parque, Cristiane Schnepfleitner, destacou a importância de ter uma equipe fixa para proteção das 2 Unidades de Conservação, Parque e APA Pé da Serra Azul visando as ações de proteção contínuas sendo que há solicitação feita e que está em análise pela Sema.

“A formação em questão oferecerá o know-how específico para que além da primeira resposta, os vigilantes acionem as forças de segurança de modo oficial, com preparação do local, criação de zona de risco e repasse de informações necessárias. Constantemente ocorrem incidentes e acidentes nos atrativos de uso público e ter o conhecimento certo, adquirir habilidade com a prática e principalmente ter atitude e iniciativa para atuar de modo correto e dentro de cada atribuição, será o fator que com certeza salvará vidas e minimizará os riscos no Parque Serra Azul”, pontuou. 

A gestão de proteção do Parque conta com ações amplas da Gerência Regional do Parque e APA via Sema, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Ambiental e com o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), mediante o Programa Copaíbas.