facebook instagram youtube whatsapp

Política Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2024, 10:05 - A | A

Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2024, 10h:05 - A | A

caso daniel alves

“A Espanha tem dado exemplo de como devemos proteger as vítimas de crimes sexuais”, afirma deputada

Assessoria
MQF

A deputada estadual Janaina Riva (MDB), usou a tribuna na manhã desta quarta-feira (07.02), para ressaltar a forma como a Espanha tem lidado com a proteção das mulheres vítimas de violência sexual e aproveitou para anunciar que Assembleia Legislativa de Mato Grosso, por meio da Procuradoria Especial da Mulher, em parceria com a Polícia Judiciária Civil, deverá realizar uma capacitação voltada para delegados, agentes, investigadores e escrivães da Polícia Civil, denominada ‘Protocolo de Investigação em Perspectiva De Gênero da Polícia Civil do Estado de Mato Grosso’.

“A Espanha tem dado um show de proteção à imagem e acolhimento à vítima de estupro, como temos visto no caso do julgamento do jogador de futebol. Tem sido um exemplo de como nós devemos fazer no Brasil para alcançar essa meta que a justiça espanhola alcançou de proteger a vítima e de não prestigiar e não colaborar com o agressor. A partir do momento que ela denunciou, houve proteção total e integral à vítima e nem a sua imagem, a sua família ou o nome foram expostos. Olha a diferença com aquilo que é praticado no Brasil. Não vamos longe, nós tivemos um episódio nos últimos dias de uma jovem que acabou falecendo em uma relação sexual com um jogador de futebol e a imagem dessa vítima se tornou pública e sua família foi exposta. Quando se fala de violência sexual, doméstica, quando se fala de agressão ou feminicídio, existe um temor das mulheres brasileiras de denunciar, porque no Brasil funciona do jeito oposto. Já começa com a divulgação do boletim de ocorrência, como vemos na maioria dos casos. A defesa do homem geralmente é galgada na desqualificação moral e exposição da vítima e ela acaba sendo duplamente vítima”, reforçou a deputada.

A capacitação anunciada por Janaina está prevista para acontecer no dia 8 de março, no Teatro Zulmira Canavarros, e tem como objetivo trazer conhecimento e sensibilidade aos policiais que dão o primeiro atendimento e investigam os crimes de violência doméstica e familiar contra mulheres, dando-lhes ferramentas e segurança na condução dos trabalhos, além de visar modificar paradigmas de investigação dos crimes de violência doméstica, trazendo às unidades policiais de Mato Grosso, incremento da investigação em perspectiva de gênero como ferramenta de trabalho.

“Nós teremos aqui várias palestras. Será uma capacitação para a Polícia Civil, uma ação da Procuradoria da Mulher com o aval do deputado Carlos Avalone, do deputado Valdir Barranco, com o apoio de toda a mesa-diretora, do 1º secretário Max Russi e do presidente Eduardo Botelho. Mas queremos ir além. A Assembleia também está projetando um programa de educação através da Procuradoria da Mulher, junto com Poder Judiciário, de ciclos de paz dentro das escolas. Então, quero parabenizar todos os deputados, especialmente ao presidente Botelho, pela sensibilidade e por abraçar os projetos da Procuradoria da Mulher”, finalizou.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 14 de Julho de 2024