facebook instagram youtube whatsapp

Polícia Sexta-feira, 20 de Outubro de 2023, 18:59 - A | A

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2023, 18h:59 - A | A

em várzea grande

Polícia Civil prende parte de quadrilha que roubou e torturou vítimas

O crime foi planejado por um criminoso de dentro de uma unidade prisional

Assessoria
MQF

Três participantes de um roubo ocorrido na madrugada de quinta-feira (19), no Jardim Costa Verde, em Várzea Grande, foram presos em flagrante na noite de ontem pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município.

Criminosos armados invadiram a casa na madrugada de quinta-feira, renderam uma das vítimas no quintal, a agredindo com coronhadas na cabeça e tapas no rosto; e sob ameaça, o conduziram para o interior da residência. Em seguida, renderam as outras moradoras que estavam dormindo.

Os criminosos passaram a torturar as vítimas afirmando que as mataria caso não dessem o que pediam – enquanto um ficou vigiando, os demais pegaram objetos da casa e ainda obrigaram uma moradora idosa a acessar sua conta bancária via aplicativo do celular e fazer transferências por Pix. Além do dinheiro, foram roubadas diversas joias e três aparelhos celulares.

Buscas e prisões 

Durante as diligências, a equipe da Derf conseguiu identificar o titular da conta bancária que recebeu as transferências de dinheiro roubado das vítimas. O adolescente V.G.N.N. confessou o roubo e confirmou que conhecia a casa da vítima e repassou as informações aos comparsas e que o crime foi praticado sob encomenda de outro criminoso que instruiu toda a ação criminosa por videochamada.

O adolescente informou que foram usados dois veículos no roubo, um deles ficou dando suporte aos comparsas do lado de fora da casa. O grupo invadiu o quintal da residência às 03 horas da madrugada e ficou esperando a vítima acordar e quando esta saiu para o quintal, foi rendida pelos criminosos. O menor disse ainda que o veículo de apoio ficou dando voltas no quarteirão, no intuito de avisar os comparsas caso a polícia aparecesse e depois deu fuga aos comparsas.

Em buscas pelos outros integrantes do grupo criminoso, os investigadores da Derf seguiram até um conjunto habitacional onde localizaram V.A.R., que tentou fugir, resistiu à prisão e avançou em um dos policiais da equipe para tentar tomar a arma.

Ele confessou que sua função no roubo foi fazer a logística para a execução, cedendo sua casa como apoio aos comparsas para planejarem o roubo e dividir os objetos levados. Ele informou que fez contato com um criminoso que está no Sistema Penitenciário para que o incluísse em alguma ‘fita’. Após a execução do roubo, os criminosos fizeram uma videochamada com o presidiário a fim de prestar contas do lucro do roubo e definir como seria a divisão.

O veículo Gol usado no roubo foi localizado pelos policiais da Derf. Para dificultar a ação da polícia, o veículo teve a placa adulterada com fita adesiva, que foi retirada após a ação. O dono do carro também foi localizado e preso. G.V.R.J. confessou o roubo e disse que participou do crime a convite de um amigo com quem divide o aluguel de uma casa, que lhe prometeu R$ 500,00 para que emprestasse o Gol branco.

A equipe da Derf de Várzea Grande continua com as buscas aos outros quatro participantes da ação criminosa.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 20 de Julho de 2024