facebook instagram youtube whatsapp

Política Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2024, 14:18 - A | A

Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2024, 14h:18 - A | A

de Rondonópolis

Deputados se reúnem com presidente do TCE por solução aos repasses atrasados da Santa Casa

Assessoria
MQF

A pedido da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) deve intermediar o diálogo entre a Prefeitura de Rondonópolis e a Santa Casa de Misericórdia local. Na manhã desta quinta-feira (15.02), a estadual Janaina Riva (MDB) e o deputado Thiago Silva (MDB), estiveram reunidos com o presidente do TCE, conselheiro Sérgio Ricardo, para tratar dos repasses atrasados por parte do município que estão inviabilizando a instituição.

Segundo comunicado expedido nesta quarta-feira (14.02) pela instituição de saúde, o valor atual da dívida do Município de Rondonópolis com a Santa Casa já totaliza R$ 22.857.190,70. Desde de 2022 processos de cobrança junto ao município vem correndo por vias judiciais.

“Ao longo deste tempo, o Município de Rondonópolis tem feito pagamentos parciais. Naturalmente que, devido ao tempo já transcorrido, parte da dívida foi liquidada. No entanto, ainda existem valores devidos de dívidas posteriores em processo de cobrança e o Município está com estes repasses atrasados. Cumpre lembrar que a Santa Casa atende 19 municípios, oferecendo serviços de alta e média complexidade, incluindo cirurgias e obstetrícia”, consta do comunicado.

Na manhã desta quinta-feira os deputados apresentaram os documentos ao conselheiro que se comprometeu a ajudar nesta conciliação. “Viemos fazer essa cobrança para que o presidente Sérgio Ricardo use de sua liderança, desse poder que ele tem de pacificação e possa promover uma conciliação entre a Santa Casa e a prefeitura de Rondonópolis. A Assembleia Legislativa quer virar essa página de repasses atrasados. A nossa sugestão é que o dinheiro que entra na conta da prefeitura destinado aos filantrópicos seja otimizado e chegue logo na ponta para atender a população de Rondonópolis e da Região Sul. Tempos um consórcio de saúde que atende 19 municípios, então é muito importante que a Santa Casa tenha condições de pagar seus médicos e prestadores de serviço em dia. O TCE e o presidente Sérgio Ricardo são fundamentais pra gente poder virar a página e resolver o problema de uma vez por todas e para que gente possa já numa próxima reunião ter uma solução pacificada sobre o problema dos atrasos”, finalizou a deputada.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 14 de Julho de 2024