facebook instagram youtube whatsapp

Saúde Sexta-feira, 09 de Fevereiro de 2024, 10:51 - A | A

Sexta-feira, 09 de Fevereiro de 2024, 10h:51 - A | A

Dengue hemorrágica

Como identificar sintomas e quais os grupos de risco

Segundo a infectologista, os sintomas da dengue grave geralmente começam com sangramentos no nariz, gengiva e até mesmo nos olhos

Nathallie Lopes/Correio Braziliense
MQF

O quadro de dengue grave, também conhecida como dengue hemorrágica, ocorre quando a doença afeta as plaquetas — células do sangue responsáveis pela coagulação, causando hemorragias internas e externas. O quadro pode ser fatal em pessoas com sistema imunológico fragilizado e reincidentes. 

As pessoas mais suscetíveis a desenvolver a dengue grave são as consideradas vulneráveis, na faixa etária extrema, ou seja, menores de cinco anos e pessoas acima dos 60 anos. “Inclui-se no grupo as pessoas adoecidas; com diabetes descontrolada, asma brônquica, pessoas que estão em tratamento de quimioterapia, em hemodiálise, e que fazem  uso de imunobiológicos e as imunossuprimidas. Estudos mostram que os indivíduos que sofrem uma segunda infecção têm maiores riscos de evoluir para a dengue hemorrágica e merecem atenção ”, aponta Eliana Bicudo, médica infectologista da Clidip vacinas.

Segundo a infectologista, os sintomas da dengue grave geralmente começam com sangramentos no nariz, gengiva e até mesmo nos olhos. “Febre persistente, vômitos, diarreia e dores abdominais que não cedem a analgésicos, também são sintomas que podem aparecer”, explica Eliana Bicudo.

De acordo com o Instituto Butantan, em caso de apresentação dos sintomas, deve-se procurar atendimento médico urgente, pois, o período que compreende das 24h às 48h posteriores é determinante para evitar complicações e morte. 

Continue lendo:

https://www.correiobraziliense.com.br/ciencia-e-saude/2024/02/6798856-dengue-hemorragica-como-identificar-sintomas-e-quais-os-grupos-de-risco.html

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 14 de Julho de 2024