facebook instagram youtube whatsapp

Polícia Segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2024, 15:29 - A | A

Segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2024, 15h:29 - A | A

NA AVENIDA ISAAC PÓVOAS

Operação Lei Seca resulta na prisão de 17 motoristas embriagados

Operação terminou com 157 pessoas submetidas ao teste do etilômetro e 153 veículos fiscalizados

Assessoria
MQF

Dezessete motoristas foram presos por embriaguez ao volante na Operação Lei Seca realizada na Avenida Isaac Póvoas, em Cuiabá, na madrugada desta segunda-feira (05.02). Na ação, também foram confeccionadas 72 multas. 

Um dos suspeitos detidos, além da embriaguez, recebeu agravante pela ausência de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Outro motorista estava alcoolizado, sem CNH, em posse de entorpecentes e ainda desobedeceu à ordem de funcionário público. 

Além das prisões que incluíam consumo de álcool, os agentes fiscalizadores prenderam uma pessoa (não alcoolizada) que entregou o carro para condutor não habilitado. 

De acordo com o relatório do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), da Secretaria de Segurança Pública (Sesp-MT), foram aplicadas 29 multas contra condutores sob efeito de álcool e 17 contra os que conduziam veículos sem registro ou não licenciado.

Também foram confeccionados 11 autos de infração contra motoristas que se recusaram a fazer o teste de alcoolemia e oito que não possuíam Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Sete foram por infrações diversas.

A operação terminou com 157 pessoas submetidas ao teste do etilômetro. Também foram fiscalizados 153 veículos. Destes, 55 foram autuados e 41 removidos (40 carros e 1 moto).  

Realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), sob a coordenadoria do GGI, a Operação Lei Seca conta como parceiros órgãos e unidades policiais como Batalhão de Trânsito (BPMTran), da Polícia Militar, Delegacia de Trânsito (Deletran), da Polícia Judiciária Civil, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros (CBM-MT), Polícia Penal, Sistema Socioeducativo, Polícia Rodoviária Federal e Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 14 de Julho de 2024