facebook instagram youtube whatsapp

Saúde Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 10:25 - A | A

Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 10h:25 - A | A

Óleo de mamona

Os riscos e benefícios do produto que é trend nas redes

Óleo de mamona, também conhecido como óleo de rícino, ficou famoso nas redes sociais por supostamente conseguir "desintoxicar o corpo" e fazer o cabelo crescer. Especialistas alertam sobre o uso incorreto do produto

Camilla Germano/Correio Braziliense
MQF

Uma nova moda entre as influenciadoras dos Estados Unidos ligou o alerta vermelho em especialistas pelo potencial risco a saúde. Trata-se do uso e consumo do óleo de mamona, ou rícino. A imprensa norte-americana já pondera cuidados com o produto, alertando para o risco de "explosão de diarreia" caso ingerido de maneira imprópria.

A "trend" indica que o óleo pode ser consumido para ajudar a limpar o corpo. Anteriormente, o óleo de mamona era usado para alguns tipos de tratamento — como a constipação —, mas deixou de ser aconselhado por questões de segurança. Por isso, a ingestão não é recomendada.

De acordo com a dermatologista Iwyna França, o uso prolongado ou excessivo de óleo de rícino como laxante pode levar a desequilíbrios eletrolíticos e desidratação.

"Quando usado como laxante, pode causar cólicas, diarreia, náusea e desidratação. O uso prolongado ou excessivo pode interferir nos níveis hormonais. Se usado na gravidez pode induzir contrações uterinas, sendo potencialmente perigoso para grávidas", conta. 

Leia mais:

https://www.correiobraziliense.com.br/ciencia-e-saude/2024/06/6869204-oleo-de-mamona-os-riscos-e-beneficios-do-produto-que-e-trend-nas-redes.html

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 17 de Junho de 2024