facebook instagram youtube whatsapp

Política Sexta-feira, 20 de Outubro de 2023, 19:15 - A | A

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2023, 19h:15 - A | A

em Rondonópolis

Cláudio Ferreira reforça que audiência vai exigir uma solução para falta de energia

Deputado convocou o presidente da Energisa para audiência pública no próximo dia 26

Assessoria
MQF

O deputado estadual Cláudio Ferreira (PL) falou nesta quinta-feira (19) sobre a convocação do presidente da concessionária Energisa para uma audiência pública que será realizada na próxima quinta-feira, dia 26 de outubro, na Câmara Municipal de Rondonópolis.

De acordo com o parlamentar, a finalidade da reunião é obter uma resposta oficial da empresa quanto às soluções para os problemas enfrentados pelos consumidores de Rondonópolis.

“Não queremos empurrar com a barriga, queremos soluções e vamos exigir uma resposta oficial da Energisa, que tem que cumprir com as obrigações previstas no contrato de concessão”, disse Cláudio Paisagista, como é conhecido.

O deputado estadual disse que, caso medidas não sejam tomadas, seu mandato irá analisar o contrato de concessão da empresa, vigente até 2027, para realizar cobranças relacionadas aos itens previstos no documento. “Se o presidente não for à audiência, será uma demonstração de que a concessionária não tem compromisso com a segunda maior economia do estado”, declarou, ao lembrar a importância social e econômica do município.

Cláudio Ferreira também reforçou o convite para que a população participe da audiência pública e leve suas demandas em relação ao serviço prestado pela Energisa em Rondonópolis. “Tenho certeza de que sairemos da audiência com um documento oficial e isso será possível com a participação dos rondonopolitanos, para cobrarmos juntos.

Nas últimas semanas os moradores do município vêm enfrentando problemas devido às quedas e oscilações de energia elétrica e falha na prestação do serviço da Energisa, além disso, moradores de pelo menos 14 bairros tiveram também o serviço de fornecimento de água comprometido, devido à falta de energia no Poço 68, localizado no Residencial Yara.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 19 de Maio de 2024