facebook instagram youtube whatsapp

Opinião Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2024, 14:22 - A | A

Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2024, 14h:22 - A | A

CARLOS AVALONE

Memorial das Diretas: tributo a Dante de Oliveira

Carlos Avalone
MQF

Dante de Oliveira foi o político mato-grossense de maior expressão nacional, pela apresentação da Proposta de Emenda Constitucional nº 05/1983, conhecida como a emenda das "Diretas já", que pretendia devolver ao povo o direito de escolher o Presidente da República. A emenda ganhou forte apoio popular, se transformando no maior movimento de massas da história do Brasil. Mesmo não sendo aprovada, apressou a redemocratização do país e o fim do regime militar. 

Com o apoio da maior liderança da oposição, seu padrinho de casamento Ulysses Guimarães, Dante percorreu o país ao lado de Tancredo Neves, Teotônio Vilela, Brizola, Lula, Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso e Franco Montoro, entre outros.              

Também foi ministro da Reforma Agrária, prefeito de Cuiabá e governador por dois mandatos, modernizando a Capital e o estado através de uma grande reforma administrativa. Privatizou estatais, equilibrou as finanças e atraiu investimentos que transformaram Mato Grosso na potência agropecuária que é hoje. 

Dante resolveu o problema da energia trazendo o gasoduto com da Bolívia a Cuiabá, inaugurou a Termelétrica Mário Covas e a Usina de Manso. O nó da logística de transportes começou a ser desatado com a articulação política e administrativa que trouxe a ferrovia a Mato Grosso, com o apoio do governador de SP, Mário Covas e do presidente FHC. Também executa o maior projeto de pontes de concreto e inaugura a ponte Sérgio Motta entre Cuiabá e Várzea Grande. 

Implanta os programas de incentivo por cadeias produtivas e idealiza o projeto Mato Grosso é Hora de Investir, divulgando em mais de 70 cidades e 20 países o potencial do estado. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, criou os parques Mãe Bonifácia, Massairo Okamura e Zé Bolo Flor e idealizou o Programa BID Pantanal, que estamos tentando retomar. 

Dante criou os Consórcios Municipais de Saúde, democratizou a Educação com eleições diretas nas escolas, criou o Programa de Apoio Direto às Comunidades, implantou a Polícia Comunitária e fortaleceu as políticas públicas sociais. 

Em 6 de julho de 2006, com apenas 54 anos, Dante nos deixava e abria uma lacuna na história política de Mato Grosso. Sua trajetória de vida e sua obra como administrador e estadista merecem ser eternizadas para conhecimento das novas gerações, como paladino da democracia e dos direitos sociais. 

Por isso tomei a iniciativa de concretizar alguns projetos em 2024, quando o país comemora os 40 anos das Diretas Já. O primeiro foi o filme “A primavera de Dante”, episódio inicial de uma trilogia que resgata o trabalho do grande democrata. 

O projeto mais grandioso é a criação de um Memorial das Diretas Já em Cuiabá. O mundo tem diversos museus e memoriais. Aqui temos o legado precioso de um cuiabano que protagonizou o movimento popular mais importante da história do Brasil e não há hoje quase nada que valorize isso. Estamos discutindo o projeto do memorial com o governador Mauro Mendes e com o Instituto Dante de Oliveira. A ideia é que o memorial, assim como a trilogia, sejam referenciais da história e da cultura de Mato Grosso. 

Fazer parte da sua equipe e ter desfrutado de sua amizade foi uma honra que continua me inspirando a trabalhar pela comunidade mato-grossense. Os ideais de Dante continuam vivos em nosso trabalho. 

* Carlos Avallone é deputado, presidente do PSDB/MT e foi secretário de Turismo e de Indústria e Comércio nas gestões de Dante de Oliveira.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 14 de Julho de 2024