facebook instagram youtube whatsapp

Economia Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2023, 15:24 - A | A

Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2023, 15h:24 - A | A

ENERGIA ELÉTRICA

Estatal chinesa arremata lote principal do maior leilão de energia

A gigante estatal chinesa State Grid arrematou o lote 1 do leilão da Aneel com deságio de 40% sobre o valor máximo de remuneração estabelecido pela agência reguladora. No total, os operadores prometem investir R$ 21,7 bilhões

Correio Braziliense
MQF

estatal chinesa State Grid arrematou, nesta sexta-feira (15/12), o lote principal do maior leilão de linhas de transmissão de energia já feito no Brasil. O projeto passa por Maranhão, Tocantins e Goiás, e foi arrematado com deságio de 40% pela empresa da China.

O edital previa uma Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 3,2 bilhões, mas a chinesa ofereceu uma RAP de R$ 1,9 bilhão. O valor representa a remuneração recebida pelo operador privado, anualmente, para a prestação dos serviços de energia. Por esse modelo, o menor valor vence o leilão.

R$ 21,7 bi em investimentos

O certame ocorreu na B3, em São Paulo, e terminou com todos os três lotes concedidos, com deságios de até 47%. O lote 2 foi arrematado pelo Consórcio Olympus, com deságio de 47% e RAP de R$ 239 milhões. O lote 3 foi arrematado pela Celeo Redes Brasil, com deságio de 42% e RAP de R$ 101 milhões.

Ao todo, as linhas negociadas devem demandar R$ 21,7 bilhões em investimentos, sendo o maior leilão de linhas de transmissão já promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). São 4,4 mil quilômetros de linhas, com prazos de construção que vão de 60 a 72 meses. A estimativa é que os investimentos gerem 37 mil empregos.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 19 de Maio de 2024