facebook instagram youtube whatsapp

Economia Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2023, 14:10 - A | A

Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2023, 14h:10 - A | A

CARESTIA

Preço das passagens aéreas inspira preocupação, diz Haddad

Ao comentar o indicador que faz a prévia da inflação, o ministro da fazenda disse não se trata de uma inflação que afeta toda a sociedade, mas impacta o IPCA

Correio Braziliense
MQF

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, comentou, nesta quinta-feira (28/12), que apenas a elevação dos preços das passagens aéreas são preocupantes em relação à prévia da inflação, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), ficou em 0,40% em dezembro, acima do esperado pelos analistas de mercado, que era 0,25%.
O aumento dos preços das passagens, segundo o ministro, “inspira preocupação”, mesmo que os demais preços estejam controlados.

“O que está nos preocupando em relação ao IPCA é um item, que são as passagens aéreas. Elas cresceram, nos últimos quatro meses, 65%. Elas já estavam caras há quatro meses e elas subiram 65%, o que está afetando o IPCA”, disse Haddad, ao ser perguntado por jornalistas durante anúncio de medidas arrecadatórias.

Segundo o IBGE, o indicador, que mede o comportamento dos preços entre os dias 15 de um mês e 15 do seguinte, foi provocado, especialmente, pelo grupo Transportes. Somente as passagens aéreas subiram 9,02%.

Haddad salientou que esta “não é uma inflação que afeta de maneira uniforme toda a sociedade, mas afeta efetivamente quem faz uso desse meio de transporte. Então, é um impacto muito forte no IPCA”.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 25 de Maio de 2024