facebook instagram youtube whatsapp

Política Sexta-feira, 06 de Outubro de 2023, 11:14 - A | A

Sexta-feira, 06 de Outubro de 2023, 11h:14 - A | A

“É uma vergonha e um absurdo"

Barranco critica projeto que autoriza mineração em área de reserva legal de MT

PLC do governo estadual altera Código Estadual do Meio Ambiente e permite exploração de minérios em todo o estado

Da Redação
MQF

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) criticou e se manifestou, mais uma vez, contra o Projeto de Lei Complementar que autoriza a exploração de minérios em territórios de reserva legal dentro de imóvel rural em Mato Grosso. Apresentado pelo governador Mauro Mendes (União), o PLC nº 38, caso aprovado, vai alterar o Código Estadual do Meio Ambiente e permitir a exploração em áreas de preservação permanente de todo o estado.

O parlamentar lembrou que esta matéria já tramitou na AL e na época ele também votou contra. O PL foi aprovado na ocasião e sancionado pelo governador, no entanto, houve judicialização da questão e a lei foi suspensa.

“É uma vergonha e um absurdo! Mais uma vez, o governo do estado volta a tocar e insistir nesse assunto. Assim como na outra vez, nós não vamos tolerar e muito menos aceitar uma proposta vexatória como essa. Isso é muito sério. O nosso meio ambiente é sempre vítima e mira da gestão estadual. Não podemos permitir que isso aconteça”, disse.

Barranco também manifestou o tamanho desrespeito só na coragem e apresentar a proposta e que, caso o projeto seja aprovado pela Casa de Leis, vai haver judicialização do tema. “É de um desprezo gigante com a natureza e com as futuras gerações. Voto contra e vou trabalhar contra e havendo aqui a aprovação, eu vou lutar com todas as minhas forças, inclusive envolvendo o governo federal, as instituições que cuidam do clima e com o futuro do nosso planeta, para nós possamos derrubar esse absurdo”, afirmou.

O deputado ainda disse que “quando eu conto isso para os especialistas no assunto, elas riem e não conseguem acreditar que um projeto dessa natureza possa estar aqui na Assembleia Legislativa. Como que vai autorizar a exploração de minerais dentro de área de preservação permanente? Isso é um absurdo. Isso não pode acontecer. Isso não pode prosperar aqui na Casa, e se prosperar vai cair nas barras dos tribunais”.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 17 de Junho de 2024