facebook instagram youtube whatsapp

Política Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2023, 14:24 - A | A

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2023, 14h:24 - A | A

traçado da ferrovia

Cláudio Ferreira pede debate com a população e cancelamento da licença até nova proposta da Rumo

Deputado lembrou que desde junho já havia pedido informações à Sema sobre modificações do traçado da ferrovia

Assessoria
MQF

Em reunião realizada nesta quarta-feira (13) na Assembleia Legislativa para debater os impactos da instalação do traçado da ferrovia em Rondonópolis, o deputado estadual Cláudio Ferreira (PL) cobrou explicações sobre as mudanças no projeto original e os impactos sociais das obras e lembrou que desde junho já havia enviado um requerimento de informações sobre as alterações, porém não foi respondido.

“Nós solicitamos informações acerca da alteração do traçado dos trilhos e a Sema não nos respondeu, ou seja, esse problema que nós temos hoje poderia ter sido evitado se em junho a secretaria tivesse dado essas informações”, disse o deputado.

Cláudio Paisagista, como é conhecido, destacou a importância dos investimentos em Rondonópolis e lembrou que o processo deve ser realizado com responsabilidade, visando o desenvolvimento do município e de toda a região.

A reunião foi convocada após reclamações dos moradores do município, devido à proximidade dos trilhos com o perímetro urbano e resultou em um requerimento assinado pelos deputados estaduais pedindo o cancelamento da licença que autoriza a alteração do traçado da ferrovia em Rondonópolis até que os debates juntos à população sejam realizados.

Convocada para a reunião, a secretária estadual de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, relatou que o processo técnico foi feito de acordo com as normas vigentes e que mudanças podem ser realizadas e que, além disso, existia o planejamento de que a população dos bairros mais próximos, afetada pelas obras, receberia proposta de realocação e indenização.

Segundo ela, a empresa Rumo não poderá dar início às obras até que entregue documentações que são condições exigidas para o processo, mas que ainda não foram apresentadas e que ainda deverão ser analisadas e aprovadas pela Sema/MT.

Durante a reunião, Cláudio Ferreira destacou a tentativa de debate do tema por meio de seu gabinete e pediu atenção do Governo aos cidadãos rondonopolitanos.

O deputado também exigiu maior transparência nos processos realizados pela Rumo, especialmente do plano de realocação de moradores, lembrou a demora da Prefeitura de Rondonópolis em acompanhar o assunto e rebateu as críticas de que os parlamentares não buscaram agir diante da crise. “Após a licença dada pela Sema à Rumo, a prefeitura decidiu alterar o perímetro urbano de Rondonópolis e ainda quis responsabilizar esta casa de lei por supostos erros. Se tem alguém que fez alguma coisa errada, foi o prefeito que não fez o acompanhamento da maior obra do município”.

O requerimento de cancelamento será assinado pelos deputados Cláudio Ferreira, Sebastião Rezende (União), Nininho (PSD) e Thiago Silva (MDB) e será apresentado em plenário na sessão desta quarta-feira na ALMT.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 20 de Julho de 2024