facebook instagram youtube whatsapp

Economia Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024, 15:19 - A | A

Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024, 15h:19 - A | A

meta fiscal

Governo deve perseguir a meta, mesmo que seja difícil, diz Campos Neto

Segundo o presidente do BC, a saúde das contas públicas tem "relação direta" com o processo de afrouxamento monetário

Fernanda Strickland/Correio Braziliense
MQF

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta quarta-feira (7/2) que é importante para o Brasil que o governo "tente perseguir a meta fiscal". A afirmação foi feita durante uma palestra no evento Blue Connections, promovido pelo Meio & Mensagem.

"É importante que o governo tente perseguir a meta, ainda que seja difícil, é importante (haver) sempre um equilíbrio entre receitas e gastos. A gente vê que o governo está fazendo uma força, e isso é muito importante porque tem uma conexão direta com a taxa de juros e com o processo de queda da taxa de juros", apontou.

O presidente do BC também disse que a inflação está em queda, porém ressaltou que houve surpresas para cima em dados recentes da inflação de serviços. Segundo ele, embora esses dados sigam dentro do esperado pelo BC no processo de convergência da inflação, é necessário ficar de olho.

"A gente tem olhado muito essa parte de serviços que são intensivos em trabalho, porque isso é uma coisa que tem dificuldade, tem menos oscilação, e é importante que caia, porque a gente tem uma meta (de inflação) que a gente precisa atingir", enfatizou Campos Neto.

 

Continue lendo: 

https://www.correiobraziliense.com.br/economia/2024/02/6799258-governo-deve-perseguir-a-meta-mesmo-que-seja-dificil-diz-campos-neto.html

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 23 de Julho de 2024