facebook instagram youtube whatsapp

Política Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2023, 14:03 - A | A

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2023, 14h:03 - A | A

FÓRUM DE INFRAESTRUTURA

“Em 5 anos, concluímos a pavimentação de 3,5 mil km de asfalto novo; nosso maior gargalo ainda é a mão de obra”, relata governador

Mauro participou do painel que discute estratégias para garantir mão de obra qualificada na infraestrutura

Assessoria
MQF

Durante evento que debateu os principais desafios do futuro da infraestrutura, nesta quinta-feira (14.12), o governador Mauro Mendes destacou o programa estadual que garantiu a pavimentação de 3,5 mil quilômetros de rodovias em Mato Grosso, em cinco anos. 

Promovido pelo MoveInfra, o evento “Infraestrutura: Caminhos para a transição sustentável” reuniu os principais nomes do setor para um dia de conversas e troca de conhecimentos, em Brasília. 

“Em cinco anos, nós concluímos a pavimentação de 3,5 mil quilômetros de asfalto novo em Mato Grosso. É um programa robusto de infraestrutura e eu diria, seguramente, que é o maior entre todos os estados brasileiros hoje. Mas o nosso maior gargalo para ampliação desse projeto ainda é a mão de obra”, afirmou o governador. 

Mauro participou do painel “Social e Desenvolvimento: Como preparar a força de trabalho para o futuro da infraestrutura”, que discutiu estratégias para garantir mão de obra qualificada em projetos de infraestrutura. 

O governador ressaltou ainda que toda essa pavimentação - um recorde entre os estados e maior até do que a realizada pelo Governo Federal - foi financiada com capital próprio.

Isso inclui o trecho de obras da BR-163, principal rodovia federal de escoamento da produção agropecuária e que o governador conseguiu articular para que a concessão fosse transferida ao Governo de Mato Grosso.

“O Estado tem se esforçado para que a relação entre todos os setores seja proativa e cooperativa, e que inspire a realização de negócios e um ambiente de confiança. Por isso, conseguimos realizar esse amplo projeto de pavimentação com capital próprio do Estado e zero investimento privado. Vamos manter o compromisso de investir nesse importante eixo logístico e econômico para o país”, garantiu.

Mauro relembrou que a recuperação da capacidade de investimento, realizada pelo Governo do Estado ao longo dos últimos anos, foi fundamental para garantir um contexto pujante para a infraestrutura. 

“Estamos caminhando para o quarto ano consecutivo em que conseguimos estabelecer uma boa capacidade do Governo do Estado de fazer investimentos. Encerramos 2023 investindo mais de 19% da nossa receita. Neste ano, vamos investir cerca de 18%. Para 2024, já temos garantidos de 15 a 16% da receita para investimentos. Essa robustez de investimentos garante um ciclo positivo de fortalecimento de todos os atores envolvidos, não só da infraestrutura, mas de diversos outros setores”, explicou.

O governador também mencionou sua ida à COP-28, em Dubai, para trazer ao debate o processo de transição de matriz energética no planeta, que deve caminhar em sintonia com a infraestrutura.

“Teremos que nos adaptar a essa transição energética, porque vai mudar consideravelmente a forma como nós produzimos, consumimos e desenvolvemos grande parte dos negócios. Dificilmente alguém não será impactado. O Brasil está muito bem posicionado nesse setor, com grandes ativos ambientais e matrizes energéticas limpas, mas precisamos pressionar grandes potências mundiais a fazer mais, porque respondem pela maior parte das emissões de combustíveis fósseis”, finalizou.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 23 de Maio de 2024