facebook instagram youtube whatsapp

Polícia Segunda-feira, 13 de Novembro de 2023, 15:37 - A | A

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2023, 15h:37 - A | A

OPERAÇÃO PIRACEMA

Sema aplica multa de R$ 10 mil e apreende pescado, redes e tarrafas durante fiscalização

Operação ocorreu em Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Várzea Grande

Assessoria
MQF

A equipe de Fiscalização de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) apreendeu 20 kg de pescado ilegal, sete redes e cinco tarrafas, e aplicou R$ 10 mil em multa neste fim de semana (11 e 12.11), em mais uma etapa da Operação Piracema. Também foram apreendidos sete molinetes, três espinhéis e uma arapuca.

O período de defeso da piracema nos rios de Mato Grosso começou no dia 2 de outubro e segue até 1º de fevereiro de 2024.

A fiscalização ocorreu nos municípios de Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Várzea Grande, com apoio da 4º Companhia Independente de Polícia Militar e do 10º Batalhão de Polícia Militar.

Em atendimento a uma denúncia recebida pelo canal da Ouvidoria da Sema-MT, os agentes recolheram parte do material utilizado para pesca predatória na região da Praia Grande, em Várzea Grande. No município de Barão de Melgaço também foram recolhidos tarrafas e espinhéis.

Em Santo Antônio de Leverger, na estrada do Engenho Velho, apreenderam os 20 kg de pescado ilegal, das espécies cachara e pintado, em abordagem a um veículo Palio, durante patrulhamento terrestre. O responsável foi multado e conduzido a delegacia de Polícia Civil, junto com o pescado.

A intensificação da fiscalização, por terra e água, é parte dos esforços contínuos da Sema-MT para proteger a fauna aquática durante o período de “subida do peixe”, que nada contra a correnteza em busca de locais adequados para desova, possibilitando a reprodução.

Estoques de restaurantes e peixarias também estão sendo fiscalizados pelos agentes.

Canal de denúncia

A Sema-MT atende denúncias da população contra crimes ambientais e pescas predatórias pela Ouvidoria, no telefone 0800 065 3838, pelo e-mail [email protected], pelo WhatsApp (65) 98153-0255 e em suas Unidades Regionais.

Quem se deparar com algum crime ambiental também pode denunciar por meio do contato da Polícia Militar 190.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 17 de Junho de 2024