facebook instagram youtube whatsapp

Política Segunda-feira, 06 de Novembro de 2023, 09:12 - A | A

Segunda-feira, 06 de Novembro de 2023, 09h:12 - A | A

assistência terapêutica

Cláudio Ferreira apresenta PL para melhorar atendimento às mães de natimortos

Deputado quer garantir assistência terapêutica em lei sobre parturientes

Assessoria
MQF

Atento aos problemas enfrentados pelas mães que passam por abortos espontâneos em Mato Grosso, o deputado estadual Cláudio Ferreira (PL) apresentou um projeto de lei para acrescentar à Lei nº11.572, de 17 de novembro de 202, a garantia de assistência terapêutica com equipe multidisciplinar às pacientes.  

A Lei nº11.572 prevê que as unidades das redes pública e privada de saúde devem ofertar às parturientes de natimortos acomodação, em leito ou ala, em área separada dos demais pacientes e gestantes.   

De acordo com a proposta do deputado Cláudio Paisagista, como é conhecido, a partir da aprovação do PL, ficará incluída à lei, em vigor desde 2021, a assistência terapêutica com equipe multidisciplinar para alta hospitalar com objetivo de assegurar os meios necessários para a garantia da saúde física e mental da mulher e também do acompanhante em casos de natimorto e/ou óbito fetal.   

"A dor gerada pela perda de um filho, quando pouco acolhida, pode transformar-se em luto não reconhecido e invisível, com isso, a falta de auxílios faz com que os pais se sintam desamparados diante do sofrimento, acompanhado de invalidação”, alerta o parlamentar na justificativa do projeto de lei.  

“Nesse contexto, a incompreensão diante da perda ocorre porque o falecimento de um neonato não é tratado da mesma forma que o de um filho adulto, por isso nossa proposta tem como objetivo permitir que essas mulheres em estado de vulnerabilidade sejam acolhidas por profissionais capacitados para as auxiliarem”, completou Cláudio Ferreira.  

A proposta já foi aprovada em primeira votação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso e deve ainda passar pela segunda votação.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 19 de Maio de 2024