facebook instagram youtube whatsapp

Política Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2023, 14:02 - A | A

Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2023, 14h:02 - A | A

rombo de R$ 1,2 bilhão

TCE comprovou que Emanuel maquiou contas de Cuiabá, dispara Fabio

Assessoria
MQF

O parecer elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) que reprova as contas da gestão Emanuel Pinheiro (MDB) é técnico, contundente e demonstra de forma clara que o prefeito de Cuiabá passou anos maquiando os números do município. A avaliação foi feita pelo chefe da Casa Civil, Fabio Garcia (União). No ano que vem, os vereadores votarão, com base no documento, a aprovação ou a reprovação das contas do emedebista. 

Garcia destacou que após a leitura do parecer elaborado pelo conselheiro Antônio Joaquim e acolhido pela maioria dos integrantes do TCE, ficou claro o tamanho dos problemas de gestão que deverão ser enfrentados pelo próximo prefeito. “Eu li o parecer do TCE e tecnicamente é um parecer muito contundente e embasado que mostra a maquiagem que o prefeito fez durante muito tempo nas contas públicas de Cuiabá e o tamanho do rombo que ele está deixando, de R$ 1,2 bilhão”. 

Depois do julgamento, as contas de Pinheiro deverão ser analisadas e votadas pelos vereadores. Para Fabio, não há como um parlamentar votar pela aprovação dos números. “Se eu fosse vereador, votaria pela reprovação das contas de forma contundente. O parecer foi muito bem construído e embasado”. 

Além da reprovação das contas no TCE, a Prefeitura de Cuiabá teve a nota de Capacidade de Pagamento (Capag) suspensa pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). A suspensão ocorreu por conta de distorções nos demonstrativos contábeis e fiscais apresentados pela administração municipal. O documento também coloca Cuiabá como a capital com pior desempenho para a quitação de despesas, incapaz de pagar as contas sem novas receitas. 

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 19 de Maio de 2024