facebook instagram youtube whatsapp

Política Terça-feira, 12 de Março de 2024, 09:24 - A | A

Terça-feira, 12 de Março de 2024, 09h:24 - A | A

datafolha

Reprovação de Lula sobe para 34% na cidade de SP

Números da capital paulista refletem tendência nacional, com alta de 9 pontos percentuais entre os que consideram gestão do presidente ruim ou péssima. Avaliação positiva do petista cai 7 pontos desde dezembro.

Do DW

Uma pesquisa do Datafolha divulgada nesta segunda-feira (12/03) revelou uma queda acentuada da popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cidade de São Paulo, refletindo números de avaliações realizadas em todo o território nacional.

Entre os paulistanos, 38% consideram a gestão de Lula como boa ou ótima, enquanto 34% a avaliam como ruim ou péssima. O índice dos que consideram regular a atuação do presidente ficou em 28%, e 1% não soube responder.

Os números revelam um forte contraste em relação ao levantamento do Datafolha de agosto do ano passado, quando Lula teve a aprovação de 45% dos entrevistados, sendo reprovado por 25%, com 29% que consideravam sua atuação como regular. Não soube responder 1% do total.

No levantamento mais recente, Lula é melhor avaliado pelos eleitores com 60 anos ou mais (45%), que compõem 23% da amostra, e entre os que cursaram até o ensino fundamental (47%), que são 21% dos entrevistados.

A reprovação ao presidente é mais alta entre os evangélicos (25%), segmento fortemente ligado ao ex-presidente Jair Bolsonaro, no qual a reprovação a Lula é 12 pontos percentuais maior do que o registrado em agosto de 2023, chegando a 49%, enquanto a aprovação teve queda de 16 pontos percentuais.

Números refletem desempenho nacional

O Datafolha avalia que, com os novos números, a aprovação de Lula em São Paulo praticamente se igualou à mais recente da pesquisa nacional, de dezembro de 2023. No levantamento, Lula teve a aprovação de 38% dos brasileiros, contra 30% que consideravam seu trabalho regular, número igual aos que o avaliaram como ruim ou péssimo.

Uma pesquisa do Ipec divulgada em 8 de março também revelou uma queda de 5 pontos percentuais na popularidade de Lula em relação ao levantamento anterior, de dezembro do ano passado, sendo este o pior número registrado pelo instituto desde março de 2023.

Segundo o Ipec, Lula é avaliado com ótimo ou bom por 33% dos brasileiros – mesmo número dos que o avaliam como regular –, com 32% que o consideram ruim ou péssimo. 

O presidente comentou a queda de popularidade registrada em pesquisas recentes durante uma entrevista ao SBT News nesta segunda-feira, afirmando que não há "nenhuma razão do povo brasileiro me dar 100% de popularidade, porque ainda nós estamos muito aquém daquilo que prometemos".

Lula disse que os frutos do seu terceiro mandato à frente da Presidência deverão aparecer nos próximos meses. "Nós preparamos a terra, aramos a terra, adubamos a terra e colocamos a semente. Cobrimos a semente. Agora, este é o ano em que a gente vai começar a colher aquilo que nós plantamos."

Impacto nas eleições paulistanas

A queda de popularidade do presidente pode prejudicar a campanha de Guilherme Boulos (PSol) à prefeitura de São Paulo. O deputado federal é apoiado pelo PT na disputa contra o atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB), candidato do bolsonarismo.

Segundo a pesquisa do Datafolha, ambos estão virtualmente empatados na disputa pela prefeitura paulistana – Boulos tem 30% e Nunes, 29%. Os dois candidatos estão isolados na linha de frente da corrida municipal. A terceira colocada, Tabata Amaral (PSB), possui apenas 8% das intenções de votos, segundo o levantamento.

O Datafolha entrevistou 1.090 pessoas de 16 anos ou mais na capital paulista entre os entre os dias 7 e 8 de março. A margem de erro é de 3 pontos para mais ou para menos.

rc/as (ots)

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 19 de Maio de 2024