facebook instagram youtube whatsapp

Saúde Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2024, 16:18 - A | A

Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2024, 16h:18 - A | A

descoberta

Cientistas identificam elemento genético que pode atuar no combate ao câncer

Presente em todos os tipos de células do corpo humano, os mecanismos podem agir na supressão de tumores e combater diversos tipos de câncer

Correio Brasiliense
MQF

Uma pesquisa do Instituto de Ciências Médicas da Universidade de Tóquio, no Japão, identificou elementos do genoma humano que podem atuar na supressão de tumores dentro das células. A descoberta é um importante passo no desenvolvimento de tratamentos para uma ampla gama de cânceres.

 

Segundo os autores do estudo, investir no tratamento por meio desses genes supressores é uma forma de superar desafios relacionados à personalização de tratamentos, já que fornece uma solução única que pode ser usada para vários tipos de câncer.

Como resultado, o estudo revelou a existência de 11 mil elementos cis-reguladores de manutenção (HK-CREs), uma parte da sequência do DNA humano que regula a transcrição dos genes. Esses elementos recebem o nome de interruptor genético em referência a um interruptor de tomada, já que podem, de forma simples, “ligar e desligar” as decodificações genéticas. Presentes em todos os tipos de células, os mecanismos descobertos pela pesquisa podem travar uma ”batalha intracelular” contra os tumores.

“Cada pequeno conhecimento que obtivermos pode ser fundamental na batalha contínua contra esta doença, que tragicamente ceifou inúmeras vidas”, destacou o Dr. Martin Loza, um dos autores da pesquisa. O artigo foi publicado na edição de dezembro da Nucleic Acids Research.

Comente esta notícia

Cuiabá MT, 23 de Julho de 2024